Flashcards: Aprenda como usar essa técnica de memorização infalível nos seus estudos

0
280
views

Você já ouviu falar de Flashcards? Os flashcards são uma técnica de estudo, muito eficaz para te ajudar a memorizar e aprender qualquer assunto. Vamos aprender no post de hoje a estudar de uma forma mais motivadora e criativa, você vai ver que seus estudos nunca foram tão interessantes.

Na hora de memorizar coisas importantes vale tudo, é versão do hit do momentos, é colar Postit por todos os lugares para ver a matéria, ou até mesmo ler e reler a mesma coisa em voz alta para vez se a gente nunca mais esquece. Mas nem sempre essas coisas funcionam, não é mesmo? Temos milhões de coisas na cabeça todos os dias e quando você menos percebe, aquele novo conhecimento tomou chá de sumiço.

Isso porque todos esses macetes usam a memória de curto prazo, e como o nome já diz, elas não vão durar muito mesmo.

É aí que entram os flashcards, esse método de aprendizagem trabalha com sua memória de longo prazo e ao invés de decorar você irá realmente aprender aquilo que está estudando. De maneira prática e objetiva.

-PUBLICIDADE-

FLASHCARDS

O que são os Flashcards

São aqueles cartões pautados para anotações, muito usados em discursos e apresentações. Sabe aqueles cartões que apresentadores como Silvio Santos e Luciano Hulk usam? São flashcards! Porém, na hora de estudar, os flashcards são usados de forma um pouco diferente.

Eles vão ser sua fonte de revisão de matéria, uma forma rápida de acessar tudo que precisa ser aprendido e revisto. E eles precisam estar sempre a mão e presente na sua vida todos os dias, viu? É assim que você vai aos poucos gravar no seu cérebro os novos conhecimentos.

Normalmente colocamos nesses cartões perguntas de provas, esquemas, diagramas e fórmulas, por exemplo.

De um lado do cartão está o problema que precisa ser resolvido e no verso a resposta correta para aquele problema. Assim você tem contato com a matéria enquanto constrói os cartões e quando está usando eles para seu estudo. Como se estivesse estudando com um amigo e ele estivesse te fazendo perguntas e as corrigindo.

Também dá para usar os flashcards na hora de fazer fichamentos, de um lado a palavra-chave e do outro a descrição. Assim você vê o termo, o define (se for em voz alta melhor) e depois checa de acertou.

E sabe o que é melhor? O tempo de prática, em meia hora você consegue verificar em média 100 cartões. Não é o máximo? E dá para praticar em qualquer lugar.

Como montar os seus cartões

Como agora você já sabe, a função dos flashcards é te socorrer na hora da revisão. Você já estudou a matéria com outros métodos e precisa se certificar que seu aprendizado foi completamente absorvido e fixado.

Tentar usar essa técnica como primeiro método de estudo pode não ser efetivo, pois você não vai ter a noção de prioridade no conteúdo que quer aprender e pode acabar dando atenção para coisas não tão importantes assim.

Com tudo organizado até aqui, vamos ao passo-a-passo:

1. Defina um tema

O céu é o limite na hora de criar seus cartões, porém para eles serem realmente efetivos eles precisam ter algo em comum: o tema. Dez cartões de um mesmo tema será muito mais agregador que 100 flashcards com temas aleatórios.

Crie grupos de cartas com um tema em comum e as divida entre sua rotina de estudo. Por exemplo, se você esta estudando biologia e quer criar 40 cartões, os divida por assuntos em comum (reprodução, fisiologia, etc) e os distribua em 10 por semana, assim você não satura seu cérebro de informação e consegue ter certeza que aprendeu tudo no final daquele mês de estudo.

Adapte os cartões para cada matéria, crie jogos e atividades com ele, divirta-se!

2. Elabore os Flashcards

Depois de estudar e elaborar seus resumos, releia todo o material que precisa e anote os pontos mais importantes e aqueles que teve dificuldade de entender, são eles que iram virar seus flashcards. Outra boa ideia é pegar simulados e testes da matéria/assunto que está estudando, resolvê-los e os transformar em novos cartões.

Porém, tome cuidado com alguma questões:

  • Para exercícios, copie o enunciado na frente e as respostas atrás.
  • Quando usar fichamentos, seja objetivo, deixe tanto a sua palavra-chave como sua explicação simples, com suas palavras. Copiar e colar do livro não vai fazer você magicamente entender o que está escrito.
  • Use e abuse das imagens e das cores, lembre-se uma imagem as vezes pode falar mais do que mil palavras.
  • No caso de datas, palavras ou objetivos, faça como na alfabetização, escreva uma frase com aquilo que precisa guardar faltando. Ex.: As manifestações do ano _______ ficaram conhecidas como primavera _______.

Não se preocupe se pareça que seus cartões não são bem elaborados ou inteligentes, eles precisam servir para você e só para você e devem respeitar o seu ritmo. Não use muito control+c/control+v dos livros ou artigos, pois os cartões podem acabar dificultando ainda mais o aprendizado. “Traduza” todo o conteúdo para um jeito que você entenda antes de colocar eles nos cartões, assim meia hora depois você ainda vai entender o que está escrito ali e não vai precisar voltar a fonte para entender.

3. Saiba diversificar o seu baralho

Varie seus cartões sempre. Lembra que falamos para você dividir seus cartões dentro da mesma matéria no primeiro passo? Se você fez 40 cartões como tema história do Brasil e na primeira semana o tema é descobrimento, na próxima inicie o novo tema, mas retire do seu baralho somente aqueles flashcards que você tem certeza que já absorveu e decorou. Por isso é tão importante construir seus cartões depois de estudar a matéria, assim você consegue construir uma “linha do tempo” para o estudo.

Para garantir, sempre dê uma olhada naqueles cards que você já descartou.

Como usar os Flashcards no dia a dia

Nesse ponto, você já sacou que os flashcards são a melhor forma de revisar seus estudos e ter certeza que entendeu seus conteúdos. Porém, vamos recapitular tudo que aprendemos até aqui:

  1. Depois de estudar seu material e elaborar um resumo da matéria que quer aprender, você elabora seus flashcards do jeito que você quiser e ser melhor para você, lembre-se dá para criar cartões com perguntas, questões de provas e concursos, palavra-chave, diagramas e o que mais sua imaginação deixar, o importante é ser claro e objetivo.
  2. Com os cards na mão é hora de fazer eles de melhor amigo. Na fila do banco, no ônibus, na hora do almoço, antes de dormir (essa funciona muito bem comigo) ou em horários de estudo determinado, você vai olhar o cartão, elaborar a resposta na sua cabeça e conferir no verso dele se acertou. Rápido e fácil, né?
  3. Conforme você vai usando seu baralho de flashcards e absorvendo o conteúdo deles, você pode renová-lo retirando as cartas que já aprender e incluindo novas.

Faça sempre baralhos com temas diferentes e intercale os dias de estudo entre eles, assim o conteúdo que você está aprendendo vai definitivamente para a sua memória de longo prazo. Ficar com as mesmas cartas por um longo período de tempo pode ser um tiro pela culatra e acabar caindo na temida decoreba, e como falamos no início desse artigo, esse conteúdo provavelmente será substituído quando você menos esperar. Aí na sua prova, ao invés de lembrar de tudo aquilo que passou tanto tempo estudo, provavelmente você só vai lembrar da letra da música da Mc Loma (aposto que só de ler isso você já está cantando na sua cabeça, não é?).

Flashcards são então, sua melhor aposta para revisão de conteúdo, resolução de exercícios e compreensão de conteúdo, e o melhor de uma forma prática e divertida, que dá para ser usada individualmente ou em grupo. Capriche nos seus cartões na hora de criá-los e usá-los, leve-os sempre com você e se resolver tentar esse método volte aqui para contar pra gente como foi a sua experiência.

E se você já é adepto do Flashcard compartilha com a gente como você usa e como eles te ajudaram, ok?

RESPONDER

Faça seu comentário
Qual seu nome