Guia de Profissão: Direito

Profissões relacionadas ao curso: Advogado, defensor público, delegado de Polícia Federal ou Polícia Civil, juiz de Direito, procurador de Estado ou da República, promotor de Justiça . O profissional atua na resolução de conflitos, representando partes de um processo judicial. Ele analisa os pontos das disputas com base na legislação do país e faz a defesa dos interesses dos seus clientes junto aos órgãos competentes, nos mais diversos campos do Direito. Também presta serviços de consultoria e assessoria jurídicas. Como bacharel em Direito (mesmo sem inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil/OAB), pode ainda participar de inúmeros concursos públicos, como de promotor de Justiça e de juiz de Direito.

PRINCIPAIS ÁREAS DE ATUAÇÃO
– Administrativo
– Ambiental
– Cível
– Consumidor
– Constitucional
– Empresarial
– Internacional
– Militar
– Penal
– Previdenciário
– Trabalhista
– Tributário

ESTÁGIO
-Estágio obrigatório?
Não

-Quem recruta estagiários
Escritórios
Empresas de diversos segmentos
Justiça
Ministério Público
Procuradoria
Defensorias Públicas
Autarquias e diversos órgãos públicos

LEIA MAIS  Guia de Profissão: Arquitetura

-Melhor época do ano para procurar estágio
Início do ano, quando a demanda é grande e a concorrência, menor.

-Momento ideal para iniciar estágio
A partir do terceiro ano ou do 5º semestre. Para estágio supervisionado pela OAB, apenas a partir do 4º ano ou do 7º semestre.

-Atividades do estágio
Acompanhamento do prazo de processos, anexa documentos, pesquisas de jurisprudência (decisões judiciais já sedimentadas e usadas como base em processos semelhantes) e de outros casos similares, elaboração de petições (documento inicial de um processo) sob a supervisão de um advogado e acompanhamento do advogado em audiências.

Particularidades do estágio
-Além do estágio comum, o estudante pode também ser um estagiário inscrito na OAB. Para isso, precisa estar no 4º ano ou no 7º semestre. Com essa inscrição, seu estágio é supervisionado pela Ordem e ele recebe um orientador, que é um advogado sênior que o acompanhará durante o período máximo de dois anos. Inscrito na OAB, esse estagiário também tem mais facilidade para acesso aos fóruns e para solicitar processos nos cartórios.
O bacharel também pode fazer estágio depois de formado, por um período de dois anos, no máximo.

LEIA MAIS  As 10 melhores profissões para a geração Y

MERCADO
-Profissionais no mercado
632.151

-Exigências para atuar na profissão
Ter diploma de bacharel em Direito
Ser aprovado no Exame de Ordem da OAB

-Regulamentação
Lei nº 8.906, de 4 de julho de 1994.

-Ganho inicial (média mensal)
Escritórios pequenos: R$ 1 mil.
Escritórios grandes e empresas: R$ 3 mil a R$ 5 mil.

-Ganho escalão intermediário (média mensal)
Escritórios pequenos: R$ 4,5 mil a R$ 6,5 mil.
Escritórios grandes e empresas: R$ 4,5 mil a R$ 7 mil.

-Ganho no auge (média mensal)
Escritórios pequenos: média de R$ 25 mil.
Escritórios grandes e empresas: R$ 45 mil

-Atividades do início de carreira
Funções operacionais, como fazer petições, <balão>documento inicial de um processo acompanhar os casos de perto, ter contato direto com o cliente
Acompanhamento de alguns processos e audiências.
Visitas a clientes

-Evolução da profissão
Para quem trabalha como profissional liberal, em geral a evolução é medida pela quantidade de clientes e pelas indicações que recebe de antigos clientes.
Em escritórios, o profissional pode se tornar um sócio remunerado ou entrar no risco e recebe por distribuição de lucro.
Em empresas, poderá subir na hierarquia até um cargo de vice-presidente jurídico.

LEIA MAIS  5 aplicativos essenciais para os estudantes de Direito

-Auge da carreira
De 15 a 20 anos

FICA A DICA:
– Durante a graduação, é fundamental acumular experiência por meio de estágios.
– Participar de eventos, fazer contatos com advogados mais antigos e mostrar o trabalho de alguma forma, como publicando artigos acadêmicos, ajudam no desenvolvimento da carreira, bem como ser proativo, estar preparado para ajudar o gestor das tarefas mais simples, às mais importantes e desafiadoras.
– É importante assistir a julgamentos, para ver como se faz uma sustentação oral (defesa ou acusação oral perante o júri) e praticar em casa. O profissional também deve estudar muito, ler artigos jurídicos relacionados aos temas estudados e conversar com outros advogados sobre esses assuntos para aprofundar e solidificar seu conhecimento.

Fonte: Ultimo Segundo

1 comentário em “Guia de Profissão: Direito”

  1. Pingback: Faculdade Depois dos 30 Anos? | Blog do Zé Moleza

Deixe uma resposta