Os Desafios da Carreira Contábil

342
views
OS DESAFIOS DA CARREIRA CONTÁBIL | SEMANA DA CONTABILIDADE | ZEMOLEZA.COM.BR

A área de contabilidade é responsável pela parte financeira de uma empresa. O profissional formado em ciências contábeis é apto a dar uma visão precisa do patrimônio do investimento. É o tipo de função que nunca deixa de ter demanda, mesmo em crise.

Entre outras funções que dizem respeito à contabilidade, podemos destacar o acompanhamento das alterações na política tributária, o registro das ações administrativas e o pagamento de tributos.

O contador ainda contribui com planos de investimento, de recursos humanos e perícia contábil. Entre os locais possíveis de trabalho, podemos destacar escritórios de contabilidade, pequenas e médias empresas ou com o próprio negócio.

Assim como muitas profissões, a contabilidade tem áreas exclusivas de atuação, como a auditoria e as perícias contábeis. Que saber mais sobre a profissão de contador?

Importância de um bom curso

-PUBLICIDADE-

Dados do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) apontam que, no Brasil, há 348 mil profissionais da área trabalhando em 61 mil empresas de contabilidade.

Estimativas indicam que existem cerca de mil cursos de graduação de contabilidade no país. Quem se forma pode pedir registro no Conselho Regional de Contabilidade — algo que não é possível para quem vem da modalidade técnica.

Seja qual for o tipo de formação, para atuar no mercado é obrigatório prestar o Exame de Suficiência, promovido a cada dois anos no país.

Fazer a prova não é garantia de aprovação. Em 2017, por exemplo, 47 mil candidatos participaram da prova e 25% foram aprovados. Quem se candidata para a prova tem que responder a 50 questões objetivas e deve acertar metade delas para ser aprovado. Há uma taxa de inscrição, que em 2017 foi de R$ 110.

A prova, que é essencial para essencial na ingressar na profissão, é mais um motivo para fazer um curso de qualidade. Outra razão: existe uma dificuldade em encontrar gente qualificada.

É o que aponta uma pesquisa da consultoria com 100 diretores de finanças brasileiros. De acordo com o levantamento, 55% das empresas têm essa dificuldade. Soma-se à necessidade das competências técnicas os fatores comportamentais — como resiliência e flexibilidade.

Profissão de contador e a crise financeira

O profissional da área da contabilidade é bastante requisitado até em momentos de crise financeira. Afinal, é ele quem terá que colocar na ponta do lápis todos os números da empresa, a fim de que seja feita a maior economia possível.

Foi o que aconteceu no Brasil nos últimos cinco anos. Mas há especialistas, como o gerente da Robert Half, Danylo Hayakawa, já defendendo que a retomada gradual da economia deve mudar essa necessidade.

De acordo com ele, em entrevista à Exame, já é possível notar uma procura maior pelo perfil relacionado a áreas como relação com investidores e fusões e aquisições.

A crise financeira fez com que outras áreas se destacassem. É o caso dos especialistas em controladoria, contabilidade e impostos. Ou ainda o compliance, que cresce na de acordo com o cuidado das empresas com escândalos de corrupção.

De acordo com o gerente de recrutamento da Robert Half, Saulo Ferreira, a função de compliance tem tido demanda porque as companhias vêm tendo um cuidado maior com a legislação.

Era da contabilidade no mundo digital

Além da crise financeira, outro fator que os profissionais no mercado têm de lidar são as novas tecnologias, que, assim como em diversas outras profissões, tem imposto mudanças na rotina e nas tarefas da empresa.

Segundo o responsável pela graduação em ciências contábeis da FEA-USP (Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo), Bruno Salotti, o contador não é mais apenas aquele funcionário encarregado de registrar manualmente os dados contábeis.

Para ele, o trabalho agora diz respeito à análise de dados, com o objetivo de prever o impacto contábil de cada decisão de negócios, disse Salotti, também em entrevista à Exame.

Ainda de acordo com o professor da USP, isso tem feito com que o contador também atue mais na gestão. Para ele, é papel desse profissional adora desenhar operações para gerar economia fiscal.

Ponha na conta a identificação das melhores áreas geográficas para expandir o negócio e a delineação de estratégias para companhia.

Nesse contexto, o big data é cada vez mais adotado. A ferramenta é usada em funções estratégicas, já que serve para a administração de grande volume de dados — principalmente com a tecnologia muito forte em muitos ramos de uma mesma empresa.

Por isso, de acordo com o contador e presidente da Fortes Tecnologia, José Carlos Fortes, também existe agora outra competência que dá destaque no mercado de trabalho: o domínio de ferramentas de análise de big data e business intelligence.

Dados, inglês e competências comportamentais

Segundo Fortes, o tipo de profissional mais requisitado é o “cientista de dados contábeis”. Um profissional que não necessariamente entende de programação, mas sabe mais do que apenas Excel na hora de lidar com dados.

Outra característica que vem sendo muito pedida nas últimas décadas, o domínio do inglês, segundo especialistas, como o gerente de negócios da consultoria, Leonardo Berto, ainda não é tão comum na contabilidade. Para ele, ainda é raro candidatos que falem bem o idioma porque historicamente as vagas em contabilidade não exigiam essa competência.

Por último, a matéria citada da Exame elenca habilidades comportamentais específicas para o sucesso no mercado de contabilidade. Entre elas a vontade de investir em atualização constante.

Segundo a matéria, é bacana o contador ter um interesse em pós-graduação, mestrado ou MBA. Nessas modalidades de ensino, existem áreas de estudo mais aplicadas, como compliance, business intelligence e gestão, por exemplo.

Além disso, principalmente por conta dessa vontade de estar sempre atualizado, existe também a valorização da automotivação e ter habilidade em relacionamentos interpessoais. É citado como uma demanda crescente a capacidade de se comunicar e fazer a ponte entre diferentes departamentos.

Como deu para perceber, a contabilidade é uma área com diversas possibilidades. Quais outras demandas podem surgir para a profissão de contador?

Fonte: blog.faro.edu.br