Governo oferece bolsas na Coreia do Sul

O Governo da Coreia do Sul leva a educação muito a sério – o setor é um dos principais destinos do investimento governamental, que, tendo em mente o desenvolvimento econômico nacional, atrela a educação ao avanço digital. Com isso, não só os coreanos se beneficiam, mas também os países que, diplomaticamente, são “nações parceiras” – como é o caso do Brasil. Através da sua embaixada em Brasília, estão abertas as inscrições para duas bolsas na Coreia do Sul, voltadas a estudantes brasileiros que desejam passar uma temporada no país.

A primeira oportunidade é de um programa de treinamento de curto prazo chamado KGIP. O curso será realizado de 11 a 21 de julho de 2017 em Seoul, e o estudante selecionado terá todas as despesas pagas pelo governo coreano  – incluindo hospedagem, alimentação e passagens aéreas. No site da Embaixada é possível conferir o edital completo e a programação do curso, que inclui visitas a locais históricos, atividades culturais e palestras.

LEIA MAIS  Bolsas do governo da Nova Zelândia abrem inscrição em 16/02

Podem se candidatar estudantes de graduação (qualquer curso) que tenham bom nível de proficiência em inglês. Segundo a Embaixada, será dada prioridade a estudantes que demonstrem interesse pelo país. Para se inscrever, é preciso enviar um formulário de candidatura por email até o dia 10/03. Acesse aqui o formulário e faça sua inscrição.

A segunda oportunidade é o Programa de Bolsas de Estudos para Alunos de Pós-Graduação. São oferecidas seis bolsas para brasileiros que desejem cursar um mestrado ou doutorado no país. O programa de mestrado tem duração de dois anos e o doutorado, três – sendo que a bolsa inclui também um ano a mais em cada um dos programas para estudo de língua coreana.

LEIA MAIS  5 razões para estudar na França

Entre os pré-requisitos estão possuir domínio da língua inglesa e possuir desempenho acadêmico superior a 80%. Os interessados podem escolher até três programas de pós-graduação dentro das disponíveis no site StudyInKorea e, embora seja recomendável, não é obrigatório escolher um programa na mesma área da sua formação anterior. A candidatura é feita através da Embaixada da Coreia do Sul em Brasília. Os documentos solicitados – como carta de motivação, duas cartas de recomendação e histórico acadêmico traduzido – devem ser recebidos pela Embaixada até o dia 10 de março.

A Embaixada, então, se encarregará de enviar os documentos às 3 instituições de ensino escolhidas. Confira os detalhes aqui e faça sua inscrição.

LEIA MAIS  Como ser admitido em universidades americanas

1 comentário em “Governo oferece bolsas na Coreia do Sul”

  1. Pingback: As 15 melhores bolsas de estudo de Março | Blog do Zé Moleza

Comentários Fechados