Conheça as regras de formatação de TCC segundo as regras da ABNT 2018

0
112
views
Conheça as regras para TCC e MONOGRAFIA da ABNT 2018

A ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) foi fundada em 1940. É uma entidade que formula as Normas Brasileiras por meio de seus comitês e Comissões de Estudos formadas por representantes de produtores, consumidores e os chamados neutros – universidades, laboratório e outros. As chamadas Normas ABNT 2018.

Esta lança documentos normativos que regularizam e padronizam uma série de serviços e produtos; e atua desde a normalização de indústrias ao Sistema Nacional de Metrologia.

Entretanto, nas universidades, o termo ABNT faz referência ao padrão de formatação de texto. Isso ocorre, pois ela também define as normas de citações e referências para trabalhos acadêmicos. É comum escutar algum estudante ou professor dizer que precisa adequar seus escritos às regras estabelecidas.

Normas ABNT 2018 para TCC

-PUBLICIDADE-

Nos meios acadêmicos, como universidades, congressos, seminários, revistas e entrega de trabalhos, a normalização é exigência primária, tornando o conhecimento das normas abnt fundamental.

O que torna difícil a um estudante, é que essas normas não se encontram reunidas em apenas um documento, mas em vários e muitas vezes dizem respeito não somente a trabalhos acadêmicos, mas a organização de informações e documentações em geral.

Por vezes, estes são difíceis de ser encontrados, ou alguns sites reproduzem as informações de maneira errônea dificultando a vida do acadêmico. Algumas universidades fornecem os próprios manuais de TCC e Monografia baseados nas normas da ABNT, mas costumam a fazer alterações ou simplificações, ou seja, fazem uma leitura e não as seguem fielmente. Outras universidades apenas solicitam que os estudantes sigam a ABNT, ficando a cargo deste consegui-las e padronizar seu texto.

Margens e Espaçamento

Abaixo você pode encontrar as normas ABNT referentes às margens e espaçamento:

Tamanho do papel: A4 (21,0 cm x 29,7 cm);
Margens: 3cm superior e esquerda, 2 cm inferior e direita.
O espaçamento entre linhas” a opção “1,5 linhas”.
Dependendo da informação apresentada, os valores de espaçamento são diferentes.

O texto deve ser digitado em espaçamento 1,5 entre linhas e justificado, ou seja, alinhado às margens direita e esquerda. A ABNT delimita especificidades de espaçamento para alguns itens:

Para citações com mais de três linhas, notas de rodapé, referências, legendas de ilustrações e de tabelas deve-se utilizar espaçamento simples.

No caso de citações a cima de três linhas, também se deve utilizar espaçamento simples entre linhas, com 4 centímetros de recuo da margem esquerda, com letra menor que a do que está sendo utilizado no texto e sem o uso de aspas.

Notas de Rodapé, Explicativas e Referência

Um trabalho acadêmico bem feito precisa apresentar notas diversas, para apontar ao leitor algumas informações adicionais fundamentais.

As notas devem estar dentro das margens, com uma linha contínua de 5 milímetros que as separem do restante do texto. Devem estar alinhadas a partir da segunda linha da mesma nota, sem espaço entre as notas e com fonte menor. Normalmente, em caso de texto digitado em fonte 12, utiliza-se na nota número 10, apesar da ABNT não determinar qual deve ser o tamanho categoricamente.

Descubra: 10 Ferramentas para detecção de Plágio

Referências Bibliográficas

Um trabalho sem referências bibliográficas não possui credibilidade alguma. De onde foram retiradas os dados citados ao longo do trabalho?

A ABNT define um padrão das referências bibliográficas para que não haja confusões para aqueles que querem saber as fontes dos trabalhos. Sejam em TCCs, monografias, dissertações, teses, artigos e outros trabalhos acadêmicos, esse padrão deve ser adotado para facilitar a leitura.

As referências podem aparecer em nota de rodapé (comum em trabalhos acadêmicos), no final do texto ou de capítulo (comum em artigos de livros), em lista de referências (comum em TCCs, dissertações e teses).

Deve-se inserir nome, título, ano de apresentação, número de folhas, a categoria (TCC, dissertação de mestrado ou tese de doutorado), instituição, local e ano.

FILENO, Érico Fernandes. O professor como autor de material para um ambiente virtual de aprendizagem. 2007. 130f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Setor de Educação, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2007.

DIVISÕES DO TRABALHO (TCC/monografia)

As Normas ABNT fazem uma divisão do trabalho para facilitar o estudante a se localizar em suas normas. Dividimos as regras ABNT em três etapas:

PARTE EXTERNA

1. Capa (obrigatório)

Na capa deve constar nome do autor, título, subtítulo (se houver), número do volume (se houver mais de um), local e ano de depósito. O nome da instituição é facultativo.

Tudo deve ser digitado em 12. A ABNT não fornece modelo de capa.

2. Lombada (opcional)

Para o caso de trabalhos encadernados ou costurados.

Descubra: Como encontrar um tema para monografia

PARTE INTERNA 1 – Elementos pré-textuais

1. Folha de rosto (obrigatório)

Além de conter as informações essenciais para identificar o trabalho (os mesmos que já constam na capa), deve ter dados como o tipo do trabalho, o objetivo, o nome da instituição e a área de concentração. Essas devem ser alinhadas do meio da mancha gráfica para a margem direita, não há necessidade de fonte menor.

2. Errata (opcional)

Para caso tenha algum tipo de correção.

3. Folha de aprovação (obrigatório)

Consta o nome do orientador e dos integrantes da banca examinadora. Dependendo da universidade, pode ser anexada depois após o resultado.

4. Dedicatória, Agradecimento e Epígrafe (opcionais)

Dedicatória: A quem o autor do texto dedica o trabalho.
Agradecimentos: A quem o autor do texto agradece.
Epígrafe: Pode fazer uma breve citação que ilustre o percurso do trabalho.

5.Resumo na língua vernácula e estrangeira (obrigatórios)

Resumo em português e com palavras-chave. Normalmente em língua inglesa. Trata-se de uma tradução do resumo.

6. Lista de ilustrações, tabelas, abreviaturas e símbolos (opcional)

Essas seções, as normas ABNT não estabelecem como obrigatórias. Caso o aluno deseje apresentar no trabalho: Devem estar listadas todas as ilustrações que aparecem no trabalho. Devem estar listadas todas as tabelas que aparecem no trabalho. Devem estar listadas todas as abreviações que aparecem no trabalho. Devem estar listadas todos os símbolos que aparecem no trabalho.

7. Sumário (obrigatório)

Nas normas ABNT o sumário é obrigatório. Enumera todas as divisões que se seguirão no trabalho.

PARTE INTERNA 2 – Elementos textuais

1. Apresentação ou Introdução

Apenas aqui deve começar a numeração de páginas. Faz uma apresentação de como será o desenvolvimento do texto.

2. Desenvolvimento

Pode ser dividido em capítulos e subitens. Detalha a pesquisa e estudo realizados.

3. Conclusão ou considerações finais

Apresenta os resultados de todas as reflexões e estudos realizados e que foram apresentados no desenvolvimento.

PARTE INTERNA 3 – Elementos pós-textuais

1. Referências (obrigatório)

Devem seguir os padrões das normas ABNT.

2. Glossário e Apêndice (opcional)

Glossário: Deve estar em ordem alfabética.
Apêndice: Deve estar em destaque com a palavra APÊNDICE escrita em letras maiúsculas, com letras consecutivas para acaso seja mais de um e pelo título.

Exemplo:
APÊNDICE A – Lei Rouanet

3. Anexo (opcional)

Deve estar em destaque com a palavra ANEXO escrita em letras maiúsculas, com letras consecutivas para acaso seja mais de um e pelo título.

Exemplo:
ANEXO A – Gráficos das amostragens levantadas

4. Índice (opcional)

Não é o sumário nem uma lista, mas uma relação de frases ordenadas a partir de um critério.

Normas ABNT publicadas

Para aqueles que desejam consultar, foram publicadas as seguintes normas abnt, e que estão em vigência hoje:

  • NBR 6023 (2002) – Informação e documentação: trata dos elementos a serem inclusos nas referências;
  • NBR 10520 (2002) – para apresentação de citações em documentos;
  • NBR 6028 (2003) – requisitos para os resumos;
  • NBR 6034 (2004) – como devem ser elaborados os índices;
  • NBR 12225 (2004) – define a parte externa do trabalho, especificamente a lombada – conhecida também com dorso, seja ela costurada, grampeada ou unida de outra maneira –, e como deve estar o título;
  • NBR 14724 (2011) – normas abnt que refere-se exclusivamente a trabalhos acadêmicos, como dissertações de mestrado e teses de doutorado que devem ser apresentados a uma comissão examinadora. Apresenta uma estrutura geral a qual deve ser seguido no trabalho;
  • NRB 6024 (2012) – estabelece o sistema de numeração progressiva das seções do trabalho, expõe qual e como deve ser a sequência. Aplica-se não somente a trabalhos acadêmicos, mas também a todos os tipos de documentos escritos com exceção daqueles que possuem estrutura própria como dicionários ou que não necessitem de numeração;
  • NBR 6027 (2012) – normas abnt sobre a elaboração de sumários para qualquer tipo de documentos.

Essas normas ABNT aplicam-se fundamentalmente a dissertações, teses, monografias e trabalhos de conclusão de curso. Comumente, também são exigidas em resenhas, artigos e outros trabalhos científicos. Para evitar maiores dificuldades, apresentamos aqui quais são os pontos fundamentais e necessários para realizar um trabalho acadêmico, selecionando das normas apenas o que tem esse fim e elaborando exemplos.

As normas da ABNT 2018 pretendem facilitar a vida do acadêmico. Elas não são difíceis. Elas proporcionam um melhor entendimento e clareza do texto.

RESPONDER

Faça seu comentário
Qual seu nome