Tablets nas escolas: como eles podem melhorar a aprendizagem

De objeto de luxo a material didático. Assim pode ser definido o uso dos tablets no país. A esta altura, muita gente já deve ter ouvido falar nos famosos tablets. O mais conhecido é o iPad, da Apple. Tablets são computadores portáteis, um pouco maiores do que um smartphone e que funcionam com tela sensível ao toque.

Objetos de desejo de muitos, eles estão cada vez mais próximos da realidade nas escolas brasileiras. Diversas instituições já o adotaram como instrumento de aprendizado – devido a uma Medida Provisória que visa expandir a área da informática nas escolas. A sua fabricação no Brasil tem objetivo de reduzir os impostos, fazendo com que se tornem viáveis para as instituições.

LEIA MAIS  Use a tecnologia nos estudos a seu favor!

Dentre os benefícios do uso de tablets na educação, destacam-se a capacidade de atender aos diferentes tipos de aprendizado, o desenvolvimento da inteligência das novas gerações, a educação para a convivência e o respeito às diferenças. Ainda assim, esses aparelhos não podem substituir o método de ensino tradicional – lápis e papel – mas sim, deve ser um aliado na hora da aprendizagem.

O papel da instituição de ensino é permitir que os alunos tenham acesso a todas as fontes de tecnologia e possam mostrar seus conhecimentos de formas diferenciadas.

SENAI/SC, Colégio Israelita Brasileira/RS, UNISEB e Estácio de Sá são algumas das instituições que já adotaram os tablets no método de ensino.

LEIA MAIS  Governo quer liberar até 40% do ensino médio a distância