Rio de Janeiro é a cidade mais cara para fazer pós-graduação

São Paulo, Curitiba e Porto Alegre aparecem na sequência entre 10 capitais onde o Quero Bolsa pesquisou os preços médios de cursos de Especialização e MBA.

0
202
views

Quem está no mercado de trabalho sabe que para crescer na carreira é preciso estudar sempre. As empresas valorizam quem se qualifica porque quanto mais preparado para desempenhar suas funções o trabalhador é, mais produtivo ele se torna e gera mais valor aos produtos e serviços da organização onde ele trabalha. Produtividade é um dos gargalos do setor produtivo brasileiro. O professor Pedro Cavalcanti Ferreira, da Fundação Getúlio Vargas, publicou artigo em 2015 no qual cita que a produtividade do trabalhador brasileiro equivale a um quarto da produtividade de um trabalhador norte-americano. Trocando em miúdos, é preciso quatro trabalhadores no Brasil para produzir o que apenas um norte-americano é capaz de fazer. É por isso que qualificação é tão valorizada num processo seletivo. O empregador vê no candidato se ele tem potencial para agregar mais ou menos ao seu negócio do que os outros profissionais que disputam a mesma vaga.

Por outro lado, qualificação demanda investimento. Tempo e dinheiro são necessários para fazer uma pós-graduação. Pensando nisso, a equipe de inteligência do Quero Bolsa se debruçou nos números para fazer um levantamento sobre quanto custa fazer MBA ou Especialização em dez importantes capitais do País. Tomando por base os valores integrais, ou seja, sem descontos, foi possível calcular o preço médio das mensalidades a partir dos cursos oferecidos por 146 instituições de ensino. O resultado mostra que é o Rio de Janeiro é a cidade mais cara para frequentar uma pós-graduação lato sensu. De acordo com os dados do Quero Bolsa, se especializar na capital carioca custa, em média, R$ 676 por mês, 72% mais do que em Fortaleza, capital com o menor custo médio. Lá, a mensalidade de uma pós-graduação é de R$ 393.

A cidade de São Paulo ficou em segundo lugar como capital mais cara para fazer uma pós-graduação. Os R$ 635 cobrados em média pelas mensalidades estão 6,5% abaixo do que no Rio de Janeiro.

Veja o ranking completo no gráfico a seguir:

Rio de Janeiro é a cidade mais cara para fazer pós-graduação
Fortaleza é a capital brasileira com preços médios de pós-graduação mais baixos entre as dez cidades pesquisadas
-PUBLICIDADE-

Apesar do segundo lugar, foi na capital paulista que os analistas do Quero Bolsa encontraram o curso mais caro e o mais barato entre as dez cidades pesquisadas. Em São Paulo é possível encontrar uma pós-graduação em Medicina Estética por R$ 4.700,00 por mês enquanto que em Arte e Educação a mensalidade sai por R$ 105,00.

“Como era previsível, constatamos que as mensalidades mais baratas são de cursos da área de Educação. Isso ocorreu em metade das dez capitais pesquisadas. Já os cursos de saúde foram os mais caros em sete capitais”, explica Pedro Balerine, diretor de inteligência de mercado do Quero Bolsa.

Maior oferta de cursos e de bolsas de estudo

Nos últimos anos, a plataforma Quero Bolsa notou um crescimento expressivo na oferta de cursos e vagas em pós-graduações lato sensu (MBA e Especialização). Ainda há 23 mil ofertas de bolsas de estudo presenciais e a distância (EaD) no site Quero Bolsa para início no primeiro semestre de 2018.

RESPONDER

Faça seu comentário
Qual seu nome