Redes Sociais como aliadas dos Professores em sala de aula

Com o avanço tecnológico e ascensão de classes, hoje a maior parte dos estudantes universitários tem acesso a internet e podem, através dos smartphones, navegar na web durante as aulas, principalmente nas redes sociais, onde se tornaram verdadeiros “viciados”.

Para chamar a atenção dos alunos, ao invés de professores proibirem o uso dos celulares, muitos estão tentando ver as redes sociais como aliadas do conhecimento. Com isso, desejam engajar mais seus alunos e interagir com os mesmos a partir das redes.

Existem muitas maneiras de usar as redes sociais para isso. No Facebook, por exemplo, pode-se passar tarefas, criar páginas de debate, grupos de interesse e ter maior contato com o aluno, criando um ambiente onde ele possa tirar dúvidas e revisar conteúdos.

LEIA MAIS  Islândia e seu sistema onomástico.

Já no Twitter, é interessante criar um feed para sua sala de aula, criando um ambiente no qual possam twittar sobre compromissos, eventos, tarefas, e obter uma conexão com outras salas e até com os pais dos estudantes, onde eles possam acrescentar de alguma forma algo para o aprendizado do aluno. Além disso, é uma ótima ferramenta para manter os alunos conectados com o mundo. A partir dela, o professor pode compartilhar acontecimentos diários, notícias do mundo que remetam à matéria e que possam ser discutidas posteriormente em sala de aula.

No Youtube, pode-se criar playlists pré-aprovadas e organizadas por assuntos, onde os alunos possam encontrar e assistir com facilidade todos os vídeos relacionados a cada matéria. Procurar exemplos de vídeos que possam trazer para a sala de aula também é uma boa dica, tornando assim o conteúdo memorável. Tudo isso para que os alunos adquiram conhecimento de forma agradável.

LEIA MAIS  5 Dicas para escrever uma boa dissertação

Além disso, existe o Pinterest, uma rede social ainda pouco disseminada entre alunos e professores, mas já bastante utilizada por muitas empresas e usuários adeptos das redes sociais. É um mundo visual, onde se encontra muitas ideias para novos projetos e temas de trabalhos, muito útil na vida acadêmica. Os professores podem buscar conteúdos inovadores como forma de prender a atenção de seus alunos em sala de aula e torná-los mais receptivos aos conteúdos mais difíceis e inevitáveis.

Todas essas opções provam que as redes sociais podem ir muito além do que um lugar de encontros, bate papo e diversão. Elas agregam valor para os estudantes. Logo, é necessário que os professores menos “moderninhos” se adequem a essa realidade, que só vem a contribuir para o mundo acadêmico.

LEIA MAIS  Fundação Bradesco oferece 90 cursos gratuitos online com certificado