Racionais MC’s viram leitura obrigatória de vestibular

Essa é a primeira vez que um disco de música é recomendado para a prova

300
views
RACIONAIS MC'S É LEITURA OBRIGATÓRIA DA UNICAMP | BLOG DO ZÉ MOLEZA

​Uma das mais importantes instituições de ensino do país, a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) incluiu entre as obras de leitura obrigatória para o vestibular 2020 o álbum “Sobrevivendo no Inferno”, clássico dos Racionais MC’s. É a primeira vez que um disco de música é recomendado para a prova.

O grupo de rap está na categoria poesia ao lado de sonetos do português Luís de Camões e de “A Teus Pés”, primeiro e único livro lançado em vida pela poetisa carioca Ana Cristina Cesar, que já compunham o programa de 2019.

Descubra: 10 dicas para evitar o “branco” no vestibular

Entre as novidades do quadro de leitura também estão Júlia Lopes de Almeida (“A Falência”, na categoria romance) e Nelson Rodrigues (“A Cabra Vadia”, crônica). Ao todo 12 obras devem ser lidas para a prova.

Poesia

  • Racionais Mc’s: Sobrevivendo no inferno
  • Luís de Camões: Sonetos (veja abaixo).
  • Ana Cristina Cesar, A teus pés.

Contos

  • Guimarães Rosa: A hora e a vez de Augusto Matraga, do livro Sagarana.
  • Machado de Assis: O espelho

Teatro

  • Dias Gomes: O bem amado.

Romance

  • Júlia Lopes de Almeida: A falência
  • Érico Veríssimo: Caminhos Cruzados (livro distribuído no PNBE).
  • José Saramago: História do Cerco de Lisboa.

Diário

  • Carolina Maria de Jesus, Quarto de despejo (livro distribuído no PNBE).

Crônica

  • Nelson Rodrigues: A cabra vadia

Sermões

-PUBLICIDADE-

Antonio Vieira:

  • (1) Sermão de Quarta-feira de Cinza – Ano de 1672;
  • (2) Sermão de Quarta-feira de Cinza – Ano de 1673, aos 15 de fevereiro, dia da trasladação do mesmo Santo;
  • (3) Sermão de Quarta-feira de Cinza – Para a Capela Real, que se não pregou por enfermidade do autor.

Segundo a Unicamp, elas expressam “diferentes gêneros e extensões, de autores das literaturas brasileira e portuguesa” e “possuem relevância estética, cultural e pedagógica para a formação dos estudantes do ensino médio”.

Procurados pelo UOL, os Racionais comemoraram o reconhecimento. “‘Sobrevivendo no Inferno’ é um ótimo livro de história”, afirmou o DJ KL Jay.

Descubra: Vestibular: qual é o seu caminho?

Lançado de forma independente em 1997, “Sobrevivendo no Inferno” é um dos discos mais emblemáticos do rap nacional. As letras, compostas por Mano Brown, Edi Rock e Ice Blue, retratam as vivências e anseios do jovem da periferia, passando por temas como a desigualdade social, a miséria, a fé e o racismo.

“Diário de um Detento” (baseado nos escritos do preso Jocenir, ex-detento do presídio do Carandiru, que descreve o massacre de 1992), “Fórmula Mágica da Paz” e “Mágico de Oz” são os grandes sucessos do álbum, quinto e o mais vendido da carreira do grupo paulistano, com 1,5 milhão de cópias.

Eleito o 14º melhor disco brasileiro pela revista “Rolling Stone”, “Sobrevivendo ao Inferno” foi escolhido em 2015 pela Prefeitura de São Paulo como presente para o papa Francisco.

Artigo anterior8 temas que sempre caem no ENEM
Próximo artigo8 passos para definir o tema do seu TCC
O Zé Moleza facilita sua vida acadêmica ajudando você em suas pesquisas, e a economizar o seu tempo e o seu dinheiro nos seus trabalhos de faculdade.
COMPARTILHAR