Redação: dicas para arrasar no ENEM e em outros concursos

A redação é um ponto importantíssimo na classificação em exames como o ENEM e até em entrevistas de emprego. Contudo, a maioria dos vestibulandos ou concurseiros tem certa dificuldade nessa parte das avaliações. E como fazer para melhorar o seu texto e arrasar nas provas mais importantes da sua vida? Veja algumas dicas bacanas que o República do Zé preparou:

Antes da prova:

  • Treine. Treine MUITO! O treino é imprescindível para aprimorar a técnica. Com ele, você vai aprende a identificar seus erros mais comuns, como repetições de palavras. E claro que, ao notar suas falhas, fica ainda mais fácil corrigi-las para tornar seu texto fluido e interessante.
  • Leia. Leia MUITO! Junto com o treino, a leitura tem papel fundamental na construção de uma boa redação. Ao ler diferentes tipos de textos, você consegue se posicionar, formar opinião, definir seu estilo e aumentar bastante o seu vocabulário.
  • Exercite sua criatividade. Escolha temas de redações anteriores e escreva o maior número de textos que puder, sempre tentando sair do óbvio. Se for preciso, utilize fontes de pesquisa enquanto rascunha ou redige.
  • Explore vários pontos de vista. Escreva vários textos sobre o mesmo tema, tentando variar o seu posicionamento. Não se esqueça que, em redações de vestibulares, devemos evitar a neutralidade. Com esse treinamento, você irá reforçar sua capacidade de argumentação, além de ter uma visão mais ampla dos questionamentos em torno de um tema.
LEIA MAIS  Postura correta melhora o desempenho no Enem e no vestibular

Durante a prova:

    • Atenção ao tema. Desvios e falhas de abordagem acarretam em um texto completamente fora da proposta da prova, o que pode acabar em uma eliminação ou nota baixíssima. Se você não quer correr esse risco, leia e releia o tema, dando a máxima atenção a cada detalhe.

 

  • Não copie os textos da prova. Os textos da coletânea do ENEM, por exemplo, estão lá apenas como uma referência para ajudar o aluno com o tema da redação. O propósito é apenas esclarecer a proposta e inspirar o candidato; portanto, copiar pode ser um critério para a diminuição de pontos.
  • Seja criativo. Ainda que o tempo seja curto, invista sempre em pontos que despertem a atenção do examinador, tais como título, introdução e conclusão.
  • Seja conciso. Quanto mais claro, organizado e objetivo você for, mais fácil será para o avaliador entender o seu posicionamento e avaliar sua redação de forma positiva. “Encher lingüiça” não deve ser uma opção.
  • Explore a argumentação. Como o ENEM e a maioria dos vestibulares e concursos têm explorado a intertextualidade e a interdisciplinaridade, você irá demonstrar ainda mais preparação ao utilizar esses recursos em seu texto. Então, não esqueça: referências e conhecimentos de outras matérias ou de vivência são muito bem-vindos.
  • Apresente uma solução. O que a banca examinadora espera de você em uma redação é um pensamento claro e objetivo, que levante problemas e aponte soluções, de forma a demonstrar a sua capacidade de raciocínio e o seu aprendizado. Portanto, não se esqueça de apresentar propostas específicas, porém passíveis de serem realizadas, sempre de acordo com os problemas que você expôs.
  • Revise seu texto. Ainda que muito rápida, a revisão pode apontar problemas que você não notou enquanto estava redigindo, como erros ortográficos e repetições de palavras. Essa pequena ação evita que, depois do concurso, você acabe pensando: “Que pena…Se eu tivesse revisado…”
  • Atenção com a sua letra. A correção da prova pode ser online, sabia? Então, faça seu texto legível o suficiente para quem não perca qualidade quando digitalizado.
  • De olho no relógio. De acordo com especialistas, o tempo ideal para elaborar uma redação é de 1 hora. Aproveite seus treinos antes do concurso para minimizar seu tempo de prova.
LEIA MAIS  ENEM: o que pode e o que não pode na hora da prova.

 

Fique ligado no Zé Moleza para mais dicas de provas e concursos!