Como ser admitido em universidades americanas

Como entrar em uma Universidade Americana

Os brasileiros são sempre muito bem recebidos nos Estados Unidos.
Segundo o Council of Graduate Schools, de 2011 para 2012, o número de brasileiros aceitos em universidades americanas aumentou 13%. E isto só tende a aumentar com o projeto Ciência sem Fronteiras.

Além disso, o momento é propício para optar por estudar nos Estados Unidos já que o Departamento de Segurança Interna (Department of Homeland Security – DHS) americano pretende estender o visto de estudante, por 17 meses adicionais ao término do curso, dos estrangeiros que se graduarem com um excelente desempenho acadêmico, para que possam estagiar e adquirir experiências profissionais em empresas norte-americanas.

Tendo estes fatos animadores em mente, criamos o passo a passo para ingressar em uma universidade americana, listando tudo o que pode ser exigido como parte dos processos seletivos das instituições.

Mas, antes de qualquer coisa, lembre-se: é extremamente importante que você se dedique aos estudos no ensino médio e conquiste ótimas notas em seu boletim escolar. As universidades americanas levam em consideração o esforço dos estudantes durante todo o ensino médio e aqueles que conquistarem as melhores notas têm mais chances de chamar a atenção das instituições durante o processo seletivo.

Compreendido? Então vamos aos passos:

Encontre suas universidades de interesse e cheque as exigências específicas de cada processo seletivo

Para começar, é essencial que você pesquise quais cursos nos Estados Unidos gostaria de se inscrever. Encontrando as graduações ou pós-graduações americanas do seu interesse, cheque diretamente com a instituição pelo nosso site tudo o que é demandado como parte do processo de seleção, pois os requisitos podem se diferenciar de uma instituição para outra.

Demonstre entusiasmo

Você precisa demonstrar interesse pelo curso, pela área de estudo e pela universidade. Não é a toa que quase sempre os processos seletivos exigem uma redação de cada candidato relatando a sua intenção de ingressar a universidade, e as suas atividades curriculares e extracurriculares que demonstrem o seu interesse pelo curso escolhido.

Faça o teste IELTS  ou o TOEFL

Se o inglês não é a língua oficial do seu país, você precisa, obrigatoriamente, demonstrar um nível de fluência no idioma. Para isso, precisa prestar uma destas duas provas de proficiência em inglês e atingir a nota mínima exigida– que varia de acordo com a instituição e a graduação almejada. Caso o seu nível de inglês ainda não esteja suficiente, um curso de inglês ou um curso preparatório para a graduação na própria universidade que deseja estudar pode ser a solução e uma porta de entrada para o mundo acadêmico internacional.

Preste a prova SAT

Nos Estados Unidos, tanto estudantes americanos, quanto os estrangeiros precisam passar por provas que comprovem o conhecimento das disciplinas lecionadas nos ensinos fundamental e médio, revelando se estão preparados para uma graduação.

O exame mais comum é o SAT, Scholastic Assesment Test (Teste de Aptidão Escolar), uma prova com questões em cinco matérias padrões: inglês, matemática, ciência, história e línguas estrangeiras.

O SAT é obrigatório para qualquer curso superior; no entanto, pode ser que você só precise fazer apenas uma parte da prova. Por exemplo, se está se candidatando a uma vaga em algum curso de engenharia, poderá prestar apenas matemática e ciência. Cabe a instituição indicar quais as exigências quanto ao SAT para cada uma de suas graduações.

Providencie cartas de referência/recomendação

Todo estudante candidato a uma vaga em uma universidade americana precisa providenciar cartas escritas por pessoas que possam comprovar suas qualificações e experiências profissionais.

Você pode pedir, por exemplo, a um professor do colegial ou ao seu chefe. É necessário que a carta de referência contenha relatos sobre sua vivência, suas qualidades como estudante/profissional, suas habilidades, etc. Por exemplo: se você tem caráter pró-ativo, de liderança, participava ativamente das aulas, é extrovertido…

Providencie documentos e traduza-os para o inglês

Você precisará reunir todos os documentos necessários para a inscrição no processo seletivo, dentre eles o seu currículo escolar e suas cartas de recomendação. Uma vez reunidos, é necessário que todos eles sejam traduzidos do português para o inglês por um profissional tradutor registrado.

Passe pelo processo seletivo

E então é chegado o grande momento! A hora de submeter a nota do SAT, da prova de inglês, os seus documentos traduzidos, a sua redação de intenção, e tudo que for exigência da faculdade para passar pelo processo de seleção para a sua graduação. Algumas instituições também realizam entrevistas com os estudantes, presenciais ou por telefone. Aí é esperar pelo resultado. Uma vez admitido, o próximo passo é…

Tire o visto de estudante

Caso aceito, a universidade irá providenciar documentos oficiais que comprovem o seu vínculo acadêmico com a instituição para que os apresente em sua entrevista de visto no consulado americano no Brasil. É provável que, para receber os documentos da instituição, você precise pagar a taxa de matrícula e qualquer outra taxa imposta pela instituição.

E é isso! Com vistos em mãos e matrícula feita, é só fazer as malas, preparar todos os detalhes da viagem e partir para os Estados Unidos.

1 comentário em “Como ser admitido em universidades americanas”

  1. Pingback: As 10 profissões mais atraentes dos últimos anos | Blog do Zé Moleza

Comentários Fechados